Mãe de bicho, também é mãe sim! Para cuidar bem de um animal não existe só a parte boa da coisa, não é só o carinho, o amor, o lado fofinho com filtros na foto no Instagram. Ser mãe de bicho é estar perto, alimentar, cuidar, educar, brincar, correr pra clínica de madrugada, limpar o vômito no quarto, limpar a caixa de areia, é gritar e dizer não. Ser mãe de bicho não é tão fácil como imaginam.

Apesar de eu chorar litros ao assistir as campanhas do Dia das Mães, ainda não me vejo sendo mãe de gente. Falar sobre esse assunto é polêmico, pois para algumas pessoas, ser mãe de bicho não é mãe. Infelizmente nem todas as mulheres nascem com a vontade de serem mães. Sou tia de um bebê lindo, e muitas pessoas me falaram que quando eu o segurasse iria sentiria vontade de ter o meu, mas a mágica não funcionou e não senti nenhuma estranheza em sentir esse sentimento, mas amo ser mãe dos meus gatos.

Continue a ler "Feliz Dia das Mães"

Maio chegou e nem percebi que o tempo passou tão rápido! Quanto mais o relógio trabalha, mas me ausento daqui, mas não por querer, mas sim, por diversos motivos.

Semana passada, no meu calendário, estava tudo certo para realizar as postagens no Doses do Cotidiano, no entando, aquele estalo de finalizar e colocar no ar o outro projeto foi bem maior, pois o tempo estava passando e eu precisava cumprir o tempo determinado por mim mesma. Parecia que o prazo dado por mim, era só uns 30 dias, mas quando percebi, já fazia cerca de dois anos que eu não parava para colocar em prática o que eu sonhava. Até que resolvi sentar, estudar, iniciar e colocar no ar a Florescer Comunicação.

A Florescer Comunicação foi criada para prover soluções criativas, com qualidade e eficiência nas áreas de Brand, Marketing Digital, Design Gráfico e Web. O meu maior objetivo com a Florescer Comunicação é, sem dúvida, compartilhar meu conhecimento, assim como aprender com os pequenos empreendedores. É levar a base para aquele que estão iniciando  e que não tiveram a oportunidade de usar as mídias ao seu favor. Quero criar parcerias, gerar resultados e bons relacionamentos.

Continue a ler "Oi?"

Quando criança eu ficava fazendo as contas de quantos anos faltava para ter idade tal. Na inocência e sem tantas responsabilidades e preocupações, achava eu, que seria bastante tempo, quase que uma eternidade para os anos calculados passar. Ainda naquele tempo, na calçada da casa da minha mãe, eu imaginava que, depois os trinta-e- pouco, já seria uma pessoa bastante velha, casada, com casa própria e muitos gatos. Até o momento, tenho um marido maravilhoso que sempre me ajuda e apoia em minhas decisões, tenho dois gatos, Jujuba e Gizmo, e um lar (dos sogros), do qual sou bastante grata por me acolherem como filha.

Divertido lembrar desses momentos quando ainda criança. Eu tinha certeza que uma pessoa de trinta-e-tantos-anos já era uma pessoa adulta, pois revelava em seu semblante todo o peso e responsabilidade de ser um adulto. Mas afinal, o que é ser adulto?

Continue a ler "Três ponto um!"

O Poder do Hábito é um excelente  livro que, através das poderosas histórias retratadas pelo autor, o Jornalista Charles Duhigg; nos faz querer desconstruir os hábitos ruins para criar bons e novos hábitos saudáveis.

Fiz um pequeno resumo sobre o livro, afinal de contas existem milhares de pessoas que já escreveram acerca deste best seller. O intuito desse post é falar um pouco sobre como o autor me ajudou a reorganizar os hábitos e até mesmo construir novos hábitos.

 “Toda a nossa vida, na medida em que tem forma definida, não é nada além de uma massa de hábitos”. (William James)

Em síntese, o hábito é formado a partir de 3 elementos que é chamado de Loop do Hábito:

I – Deixa;
II – Rotina;
III – Recompensa.

Como define Duhigg,  a Deixa é “um estímulo que manda seu cérebro entrar em modo automático, e indica qual hábito ele deve usar”; ou seja, é aquilo que desperta uma dica para que o circuito do hábito possa iniciar, podendo ser um lembrete no celular para realizar tal atividade ou qualquer que seja o seu hábito.

A Rotina nada mais é que a repetição, quase que idêntica do dia-a-dia, ou seja, ela está ligada ao nosso comportamento automático das coisas, como, por exemplo: colocar o cinto de segurança ao entrar no carro, escovar os dentes após as refeições etc.

E, por fim,  existe a Recompensa, que permite ao cérebro associar a Deixa e Rotina em algo agradável e positivo. A pessoa, no início, pode nem se dar conta de que há uma terceira parte no hábito que, pode sim, ser positivo, agradável e interessante a ele. Por experiência própria: se você deixa de aceitar os biscoitos e chocolates dos colegas de trabalho, é provável que você nem note, mas no final do mês, você melhorou a sua saúde e conseguiu perder alguns quilos; mas note, seus colegas de trabalho continuam no mesmo local e você pode socializar da mesma forma só que ao invés do biscoito, você pode substituir por algum outro alimento, mas que seja saudável e o ajude no seu bem-estar.

Ora, a recompensa era a mesma, se alimentar e se distrair  um pouco, mas com um pequeno esforço, consegui habituar a rotina para não comer mais os biscoitos, mas sim as castanhas de cajú e chá. Foi a partir daí que percebi como os hábitos se formam e como eles nos  influenciam, seja para lado posito ou negativo.

 “Pense no fast-food, por exemplo. Faz sentido — quando as crianças estão morrendo de fome e você está dirigindo para casa depois de um longo dia — parar, só esta vez, no McDonald’s ou no Burger King. As refeições não são caras. O sabor é tão bom. Afinal, uma única dose de carne processada, batatas fritas salgadas e refrigerante cheio de açúcar representa um risco relativamente pequeno para a saúde, certo? Você não faz isso o tempo todo.

Porém os hábitos surgem sem a nossa permissão. Estudos indicam que em geral as famílias não pretendem comer fast-food regularmente. O que acontece é um padrão uma vez por mês lentamente se torna um vez por semana, e então duas vezes por semana — conforme as deixas a recompensas criam um hábito  —  até que as crianças estão consumindo uma quantidade de hambúrgueres e fritas que é prejudicial à saúde.

De fato, o grande vilão da história, será o velho hábito, aquele que tentamos mascarar o tempo todo e que achamos não ser possível modificá-lo. Por isso,  é preciso  saber como é realizado a composição do hábito:

1. Deixa2. Rotina3. Recompensa
Principais características:

  • Localização;
  • Horário;
  • Estado emocional;
  • Outras pessoas;
  • Ações anteriores .

Estímulo para o cérebro.

Sequências de atividades:

  • Físicas;
  • Intelectuais;
  • Emocionais.
  • Indica se vale a pena ser repetido;
  • Expectativa sobre o planejado.

“Transformar um hábito não é necessariamente fácil nem rápido. Nem sempre é simples. Mas é possível. E agora entendemos como.” Charles Duhigg.

Continue a ler "Livro 01: O Poder do Hábito"

Estou com o Kindle há cerca de três meses e gostaria de compartilhar como ele mudou, não só meu, mas do meu marido e amigos, que voltaram ao hábito de ler.

Uma de minhas metas para 2017 era voltar a ler e, principalmente, ler todos os livros que eu não consegui finalizar no ano passado. As dúvidas foram inúmeras, afinal, eu nunca possui um e-reader; no entanto, a todo momento eu pensava a respeito e repetia pra mim mesma: preciso comprar um e-reader, mas qual?

De início fiquei em dúvida entre o Kindle e Kobo, por isso busquei ajuda e conversei com amigos que já possuem esses dois modelos de e-readers. Por unanimidade, recebi indicações boas do Kindle Paperwhite da Amazon. Era apenas a cereja do bolo que faltava para eu realizar a compra e, assim o fiz ao chegar em casa. Efetuei a compra no site da Magazine Luiza (estava mais barato por lá).

Depois de três longas semanas aguardando, eis que o grande dia chegou e simplesmente estou amando! É muito bom ter a praticidade de levar seus livros pra qualquer lugar sem ter que se preocupar com peso na bolsa e sem falar no preço dos livros e-books que são cerca de 40% mais baratos que os livros físicos. Você também tem a opção de assinar mensalmente o plano do Kindle Unlimited, que te dá acesso ilimitado a milhares de eBooks para ler à vontade. É sempre bom verificar se vale a pena realizar a assinatura. Se você lê bastante, então vale sim, assinar o plano. Já no meu caso, ainda estou analisando a possibilidade.

Continue a ler "Como o Kindle mudou meu hábito"

Que maravilha que foi poder acompanhar e participar do seu mês de agosto. Foram 251 publicações! Conheci pessoas novas, lugares novos, perspetivas diferentes e fotografias encantadoras sobre cada tema Foi e está sendo ótimo participar desse projeto fotográfico com todos vocês. Então, vamos prosseguir com o #dosesdocotidiano? Vou amar compartilhar setembro também!

Chegou agora? Que ótimo. Seja muito bem vindo!
Convido você para um desafio fotográfico que pode nos inspirar a ver o mês de setembro em suas pequenas doses do cotidiano. Como a primeira experiencia deu super certo e, acredito eu, que todos gostaram, a cada mês irei realizar novos temas. Você pode publicar no seu Instagram usando a hashtag #dosesdocotidiando e sinta-se a vontade de me linkar (@ednanog86) ou no seu blog (linkando pra este post). Ah! Fique despreocupado, pois você pode iniciar a qualquer instante, ok? Pode pular dia sim, pode usar uma fotografia que está guardado em seus arquivos. Aqui, o importante é se divertir, fotografar e compartilhar!

dosesdocotidiano

Para não se sentir perdido, salve a imagem acima para realizar consultas ou então, caso seja mais fácil, realize o download do PDF aqui.  Vejam as regrinhas aqui abaixo. ↓

Continue a ler "#dosesdocotidiano: Setembro de 2016"

Agosto! O mês que eu aprendi a não gostar, pois foi nele que perdi o meu grande herói. Todo início de agosto eu busco fazer algo novo que é pra eu me sentir melhor e confesso que durante esses 18 anos a dor e angústia tem melhorado. Hoje estou ansiosa por esse novo mês e todas as possibilidades que ele pode me trazer. Eu pretendo viver um  Agosto com gosto de felicidade e com a certeza que será um mês para florescer todos os dias, pois estou preparada para vivê-lo assim. Cheia de vida, esperança, amor, metas e o mais importante, é que estou em paz comigo mesma, isso faz da minha jornada ser mais leve e tranquila e saudável.

Pois bem, como a internet tem o poder de aproximar, quero convidar você a fazer parte desse meu novo grupo de pessoas que, assim como eu, gostam de fotografias. Convido a todos a participar, junto comigo, de um projeto fotográfico que pode nos inspirar e, assim vermos os dias melhores em suas pequenas doses e detalhes do seu/nosso  cotidiano.

Para não se sentir perdido, salve a imagem acima para realizar consultas ou então, caso seja mais fácil, realize o download do PDF aqui.  Vejam as regrinhas aqui abaixo. ↓

Continue a ler "Um desafio para agosto"

As 10 melhores fotografias dos meses (Junho/Julho) com o que houve de mais bonito e interessante. Aproveita e me adiciona lá no Instagram (@ednanog86) para acompanhar todas as fotos, ok?!

Faz um tempinho que não apareço por aqui. Confesso que os dias tem sido bastante corrido nesses últimos dois meses, mas vamos ao que interessa?

01. Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura é um ótimo local para quem busca realizar programas diversos, como arte, cinema, teatro, dança, shows etc. O que mais me atraem são os barzinhos, café, cinema e teatro. Um sonho ainda não realizado é conhecer o Planetário Rubens de Azevedo.
Acesse o Site e Facebook do Dragão do Mar e fique por dentro da programação cultural do mês.

02. Sempre que vou na FEAAC fico observando os gatinhos que vivem por lá. Essa é a Bruna, gatinha da UFC, tirando sua merecida soneca. A vontade de adotar é enorme, mas atualmente estamos com 5 gatinhos – 6 com o inquilino. Criar por criar, muitos sabem, mas cuidar de verdade, é estar atento aos detalhes, é brincar depois de um dia cansativo, é correr pra clínica veterinária mesmo estando com as contas altas é, acima de tudo, não ser egoísta e saber lidar com todas as situações. Hey! Caso você queira adotar um animalzinho, conheça o lindo trabalho do Grupo de Proteção Animal – GPA

03. O mês de junho foi recheado de amor. Houve a celebração do casamento da Renatinha e Guin na Capela de São Pedro que fica situada na praia de Iracema. A capela, apesar de ser pequena é super aconchegante e tudo inspirava amor. Além do casamento da Renatinha e Guim, houve também o casamento da minha amiga e jornalista, Hozana Arruda.

04. Essa é a gata Marceline. Hoje a nossa pretinha de biquine branco e de olhos amarelos está com 2 aninhos. Assim como a personagem do Adventure Time, nossa Marceline também é arteira e cantora. Religiosamente, às 5h da manhã, ela inicia sua cantoria e enquanto não dermos ouvido à ela, o miadeiro não pára e todos de casa acordam. Ela adora dormir no sofá, não dispensa uma cadeira e ama ficar perto da tia/mãe. Uma de suas brincadeiras favoritas é entrar dentro de sacolas plásticas e subir nas árvores do quintal. Ela enlouquece.

cotidiano_junandjul16

Continue a ler "Cotidiano – junho/junho 2016"

Maio é um mês super especial e mágico, pois foi nele que conheci meu namorido e minha segunda família. Todo início de mês irei selecionar 10 imagens do meu cotidiano referente ao mês anterior, ou seja, a ideia consiste em reunir as 10 melhores fotografias e compartilhar o que houve de mais bonito e interessante. Aproveita e me adiciona lá no Instagram (@ednanog86) para acompanhar todas as fotos, ok?!

Vamos começar?

01. Apesar deste dia ter sido totalmente de aflição, a gente sempre encontra o eterno. Valeu o registro da Catedral – Igreja da Sé, de Fortaleza-Ce.

02. Sempre que vou ao supermercado ou padaria, que ficam à algumas ruas do meu trabalho, vejo muitas plantas e rosas com esta. Desde então, as idas ao supermercado ou padaria ficaram bem mais alegres e agradáveis.

maio16

03. Amei a composição do novo jogo americano com o jarrinho da suculenta. Sou apaixonada por essas plantinhas. ♥

04. Verde do flamboyant com o azul do céu e o branco das nuvens. Conforta-me a alma a calmaria dessa composição de cores. Imagino-me sendo um pássaro a desbravar todo esse céu.

Continue a ler "Cotidiano – maio 2016"